sábado, 21 de julho de 2007

mais um blog no mundo...

Malditos pretensos escritores a povoar o mundo com sua prole tosca de palavras e comentários aleatórios e alienados; bando de fodidos que não trepam ou trabalham e querem viver a vida com um caderno ou um computador à sua frente escrevendo livros de uma banalidade sentimental ou de uma falsa aura de decadência; uns filhos-da-puta com fórmulas mágicas sobre como serem contentes, enriquecerem rápido, trepar melhor e fazer mulheres gozarem jatos ,como fechar um negócio (capa com um sujeito branco de cabelo curto em terno social dando um soco no ar de vitória,u-hú!) ou simplesmente criar uma filosofia barata baseada em rituais ou "hábitos" para preencherem o vazio da alma humana que já está petrificada nas trevas de uma caverna há muito tempo, elaboram tratados e "O Segredo":
-O Segredo da puta que o pariu, o Oitavo hábito da felação, o que podemos aprender com os gansos (um guia sobre como enfiar um tubo goela abaixo do merdinha para comermos o nosso patêzinho), o monge pedófilo e o executivo sadomasoquista, o vendedor pitbullshit, pai rico-patrão pai pobre-traficante, a arte da guerra para republicanos, saí da Microsoft para cagar o mundo, seu cliente pode se fuder mais etc,etc ,etc...
Lair Ribeiro:
"Quem é esse Tab Jones? Pagam a esse cara milhares de dólares pra usar um dildo, agarrar o saco e fazer as luzes brilharem na cruz. Homem bons morrem de fome nas ruas, e lá está aquele IDIOTA...sendo ADORADO!!".
É, Buk...
Escritos, poesias, contos e agora essa praga de blog que entope a internet."Agora"???
E lá estou eu fazendo parte de um exército de palavras e fontes amigáveis que escondem minha péssima ortografia e caligrafia, cool num design sóbrio e posso ser achado no Google facilmente só pelo meu nome ou a palavra-chave BLOG,voilá :lá estou em 300000000000000 quaralhões de letras "O" junto com um monte de medíocres iguais a mim...
Nasce mais um blog no mundo .
Nasce, morre e ressuscita a necessidade de escrever num samsara interminável: um verdadeiro veneno que tomamos todos os dias escrevendo em caderninhos, riscando o banco do ponto de ônibus, pixando "pedro gomes", escrevendo poesias nas carteiras do cursinho e versinhos de amor não correspondidos numa mesa de bar.
Eu sou mais um .
Lá estou eu, e se você me ver um dia na rua ou no Google eu o aconselho a fugir.
Porque eu escrevo; pretenso escritor povoando o mundo com sua prole de letras deficientes e sem barrigas de tanquinho...
Me dá tesão, foda-se, é o que gosto: mas não me orgulho, ah isso não...
Mais um blog no mundo.Declarado.

3 comentários:

  1. adorei o design....
    e o texto também.
    pode espalhar pro mundo agora.

    bjos gato!!!!!

    Renata

    ResponderExcluir
  2. hahaha, gostei do final. também me dá tesão, mas não me dá orgulho, como numa perversão...

    ResponderExcluir